ir
Bandeira de identificação do portal
Atualizado em 15/12/2017 12:44
Mais informações sobre o conteúdo Impressão

Mais de 1 mi de eleitores gaúchos fizeram biometria em 2017

O TRE-RS alcançou, nesta terça-feira (12), a meta de 2017 acordada com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) referente ao cadastramento biométrico. O número estabelecido foi de 1.101.825 eleitores. No Rio Grande do Sul, 1.106.591 eleitores passaram pelo processo este ano. Desde que o recadastramento começou, em novembro de 2009, o Estado registrou 4.337.892 pessoas que realizaram o procedimento, ou seja, 51,89% do eleitorado total.

A divulgação da biometria no Estado está sendo promovida de maneira intensa, tanto na capital gaúcha como no Interior. Em Porto Alegre, sob a gerência de Tânia Vieira Marra, a Central de Atendimento ao Eleitor (CAE), por meio do programa Justiça Eleitoral Presente (JEP), alcança comunidades distantes dos pontos disponíveis para cadastramento.

A iniciativa, que começou em outubro deste ano, já conta com três parcerias concluídas com êxito. A primeira aconteceu no bairro Belém Novo, a segunda na Arena do Grêmio e, por último, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Durante esta semana o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e a Câmara Municipal de Porto Alegre também abrem as portas para o projeto. Além da biometria, a CAE oferece serviços como transferência de domicílio, revisão de dados cadastrais, alistamento eleitoral e regularização do eleitor.

Através do JEP, em torno de 2 mil pessoas normalizaram sua situação com a Justiça Eleitoral. Marra conta que, além disso, as atividades também proporcionam benefícios para a Central. “Pela ampla disseminação da biometria nesses locais, a procura pelo atendimento também aumentou na CAE. Hoje estamos recebendo em torno de 600 pessoas diariamente”, fala.

No dia 9 de novembro, o TRE-RS reuniu-se com os outros tribunais com sede no RS, no Largo Glênio Peres, Centro de Porto Alegre, para a ação Caminhos da Justiça. No local, foi instalado um espaço para divulgação e agendamento biométrico aberto ao público.

Outra realização, feita pelo Tribunal em parceria com a Diretoria do Grêmio FBPA, foi a divulgação da biometria durante a partida Grêmio x São Paulo, no dia 15 de novembro, pelo Campeonato Brasileiro, na Arena do Grêmio. Na oportunidade, antes do jogo, servidores do Tribunal exibiram uma faixa conclamando o público a agendar seu atendimento para fazer o cadastramento. Ao mesmo tempo - e também no intervalo - o vídeo publicitário da campanha foi exibido nos telões da Arena. As crianças que entraram em campo com o time tricolor vestiram camisetas de divulgação da ação.

O TRE-RS recebeu, ainda, apoio das principais emissoras de rádio e TV do Estado.

Outra parceria que colaborou para o reforço do procedimento foi com a sede administrativa da Arquidiocese de Porto Alegre, a Cúria Metropolitana. Mídias e redes sociais vinculadas à Igreja Católica ressaltaram a importância da biometria. O TRE-RS também disponibilizou um texto para os padres lerem durante as missas.

A Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert) fez um chamamento através da veiculação de spots para as rádios do Interior.

Os Cartórios Eleitorais também estão empenhados em alcançar o maior número possível de cidadãos. A 42ª Zona Eleitoral de Santa Rosa, que tem como chefe de Cartório a servidora Carolina Watthier, participou, no domingo (3), do Dia do Bem, um projeto social com mais de 400 voluntários, com o foco de promover a cidadania. Na ocasião, o atendimento biométrico foi prestado à população presente. Os servidores também alertaram para a importância do procedimento para a democracia do país. Segundo Watthier, mais de 120 pessoas procuraram o espaço para tirar dúvidas sobre o sistema e também realizar o cadastramento. Em consequência, na semana seguinte, a Zona registrou uma crescente procura pela biometria.

Já a 45 ª Zona Eleitoral de Santo Ângelo, sob chefia de Marivani Gonçalves Medeiros, promoveu uma ação de divulgação, na comemoração do 26° aniversário do Brique da Praça da cidade. O Cartório efetuou agendamentos e esclareceu dúvidas. Marivani relata que o evento resultou em um aumento significativo dos atendimentos.

Em 11 de dezembro de 2017, o processo havia sido concluído em 400 municípios gaúchos. Em outros 26, a revisão será encerrada até março de 2018. Nos demais 71 municípios, a revisão vai acontecer após as eleições de 2018, em datas ainda a serem definidas.

Até o momento, além do Rio Grande do Sul, os Tribunais da Bahia, Minas Gerais, Paraná e Tocantins alcançaram suas metas.

Texto e Imagens: Raquel Oliveira
Supervisão: Jônatas da Costa
Mapa do site
Selo Ouro CNJ










Carregando...